Efemérides

Os pés
o chão
frio

Os cotovelos
debruçados e ásperos
e os dentes cravados

O prato
vazio
e sujo

As gotas mornas
o teto
branco

E algumas noites
cinzas

Sou apenas

Marcos Arthur Escrito por:

Inquieto. Curioso. Companheiro da Marina e pai do Otto. Ultramaratonista. Facilitador de aprendizagem. Sócio-fundador na 42formas. Escritor amador. Eterno aprendiz.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *