Vou-me embora?…

Eu já estava de partida quando, de prosa com um amigo, este segredou-me que Pasárgada estava lotada. Havia tantos amigos do rei que o coitado nem mais sabia o que fazer. Já não havia mais mulheres, tampouco camas para se escolher. Então, decidi não ser mais um a incomodar o velho anfitrião e mudei de rota: fui fazer um tour pelo Horizonte.

Marcos Arthur Escrito por:

Inquieto. Curioso. Companheiro da Marina e pai do Otto. Ultramaratonista. Facilitador de aprendizagem. Sócio-fundador na 42formas. Escritor amador. Eterno aprendiz.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *